História

FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTEBOL DE MESA
Fundada em 22 de agosto de 1990

Hélio Gomes da Silva

O BOTONISTA

Apaixonado pelo esporte, sempre teve sua luta voltada para o Futebol de Mesa. Iniciou como a fundação do Grêmio Paraibano de Futebol de Mesa no ano de 1988, com a ajuda da vários amigos botonistas, a primeira entidade constituída da Modalidade no Estado da Paraíba.

Em 1990, fundou a Federação Paraibana de Futebol de Mesa, juntamente  com Sérgio Roberto, o primeiro Presidente e ainda: Cláudio Rodrigues, Ricardo Moreira, Dimas Alves, Hermano José  entre outros, organizando na época  um elenco de regras para a prática do Futebol de Mesa no Estado da Paraíba, que originou a atual “Regras para o Moderno Futmesa”.

Encampou vários eventos de grande significação, como por exemplo: “ O Torneio de Verão” realizou na Maravilha do Contorno, com mais de cinqüenta botonistas; “ Master de Futmesa” , no SESC com participação acima de 70 praticantes, além do campeonato Estadual, também realizado no SESC, eventos esses que deram uma contribuição efetiva para o desenvolvimento do Futmesa.  Preocupado em saber do contingente de botonistas, realizou o censo que até o presente constatou uma média de três mil praticantes na grande João Pessoa, além de criar o RANKING  da modalidade.

Com isso, ficou a certeza de que a prática desta modalidade esportiva vem crescendo a cada dia, tornando-se praticamente obrigatório a divulgação, mais detalhada, da aplicação correta de suas regras, que é o objetivo maior deste Livro.

APRESENTAÇÃO

O futebol de Mesa, antes conhecido como jogos de botões ou Futebol de Botões, é, na atualidade, um esporte de salão praticado em quase todo o território  brasileiro.

Em vários Estados, os mesa-futebolistas organizam-se em Clubes e Associações, filiadas a Federações ou outras que as valham. Porém, a falta de um maior intercâmbio entre os praticantes desse esporte, e até mesmo, entre as Federações faz com que haja várias modalidades em uso, cada uma com suas regras e suas peculiaridades.

Na Paraíba desenvolveu-se uma forma bem característica de jogar com diferenças bem acentuadas em relação aos outros Estados.  Porém, mesmo internamente, as diferenças também se fizeram presentes.  Várias tentativas de unificação foram feitas, contudo, a falta de lideranças que pudessem aglutinar os botonistas paraibanos em torno de uma forma comum de jogar tomaram infrutíferas tais tentativas.

Em 1990, com a criação da Federação Paraibana de Futebol de Mesa, o então Presidente, Sr. Sérgio Roberto Cavalcante, instituiu uma Comissão que teria a incumbência de pesquisar e escrever um elenco de regras para a prática em nosso Estado.

Algum material escrito foi conseguido junto a Grêmios; entrevistas foram realizadas com botonistas em atividade; e depois de um longo criterioso e laborioso trabalho, resultava escrito “Regras para o Moderno Futebol de Mesa na Paraíba”. Como fruto do trabalho humano, este também trouxe algumas falhas e gerou polemicas porém algo havia sido feito.

Passados cinco anos, por iniciativa de alguns Grêmios, uma ampla revisão foi realizada com a introdução de novos conceitos, correção de enunciados e mudanças de algumas regras.

Esperamos que este trabalho venha contribuir para um maior dinamismo e melhor difusão do Futebol de Mesa em nosso Estado, e quiçá além fronteiras.  Logicamente não satisfará à todos, temos certeza de que haverá questionamentos sensatos e inteligentes que ocasionarão novas revisões.

CLÁUDIO RODRIGUES DE OLIVEIRA

AGRADECIMENTOS

A Federação Paraibana de Futebol de Mesa, na pessoa do seu Presidente o botonista Hélio Gomes da Silva, agradece o apoio incondicional dos filiados:

Grêmio Paraibano de Futebol de Mesa;
Grêmio Alba Carvalho;
Grêmio Recreativo Índio Piragibe;
Grêmio de Futebol de Mesa Bairro dos Estados;
Grêmio Amigos do Roger;
Grêmio Avenida da Pedra;
Grêmio Clube dos 12;
Grêmio de Futebol de Mesa Ernani Sátyro;
Academia de Futebol de Mesa Marcondes Brito.

Agradece ainda à Diretoria do SESC, especialmente ao desportista Edglay Luíz Santos, pelo espaço cedido nas dependências daquela instituição, fazendo com que a Assessoria de Regras e Regulamentos realizassem suas reuniões.

Agradece também aos botonistas: Josafá Albino, Luciano Luna, William Gouveia, Severino Lima,. Orris Nóbrega, Ricardo Moreira, Geraldo Moreira, Cláudio Rodrigues, José Fernandes, Lenilton Pelágio, Fabrício Macedo, Adilson Montenegro, Romildo da Silva, Evandro da Silva, João Bosco, Maurício Miranda, Vanildo Oliveira, Wagner Viaro, Ivaldo Cavalcanti, Dimas Alves, Luiz Vicente, Marcos Aurélio, entre outros, pelos relevantes serviços prestados, contribuindo, direta ou indiretamente, para a conclusão do Projeto da Regra Oficial de Futebol de Mesa na Paraíba.

Hélio Gomes da Silva
Presidente

Blog do HG

  • 01 setembro 2010

    A meta é sua, Botonista.

    Hoje, na comunidade botonista, há uma concentração típica daqueles atletas ” botonistas ” que buscam alcançar o mais alto posto, o título máximo de uma competição. Para tanto esses atletas procuram se aperfeiçoarem, participando nos torneios realizados nos bairros pelos Grêmios. No meio dessas maratonas podemos observar, até mesmo elencar alguns nomes, aqueles já consagrados […]

    Leia mais

Enquete

    • O campeonato Paraibano disputado por etapas dar condições de igualdade a todos os botonistas, qual a sua avaliação?

      • Excelente (57%)
      • bom (36%)
      • ruim (7%)
      • regular (0%)
      Carregando ... Carregando ...